Blockchain: Como a era da moeda digital impacta o varejo?

blockchain-e-moeda-digital-no-varejo

Novas tecnologias vêm emergindo em consequência à transformação digital. A utilização do blockchain no varejo é um exemplo da inovação que vem sendo aplicada ao setor.

Em relação ao comércio internacional, o blockchain teve participação importante na automatização da troca de informações entre as aduanas. 

Outra novidade, refere-se à adoção de moedas digitais que vem sendo discutida pelo Banco Central. 

Atualmente estamos vivenciando a era dos pagamentos digitais, como o PIX. A agilidade e a redução de custos das transações saltam aos olhos dos dois lados: varejistas e clientes.

Neste artigo você vai entender os impactos do blockchain e das moedas digitais nas operações de comércio internacional e da indústria varejista.

Continue conosco!

O que é blockchain?

Blockchain é uma tecnologia voltada ao registro das transações realizadas no sistema.

Ela possui alta segurança porque não permite a modificação dos dados da transação depois de concluída. 

Além disso, possui alto potencial para otimizar os setores do mercado, inclusive o varejo.

No âmbito do comércio internacional, a tecnologia do blockchain já vem sendo utilizada pelas aduanas que passaram a automatizar a troca de informações entre as unidades aduaneiras.

A Receita Federal (RFB) regulamentou o blockchain nos processos de importação e exportação no Brasil.

Dentre os benefícios do blockchain, podemos citar:

  • Redução da utilização de papéis nas transações de comércio internacional
  • Desburocratização da rotina
  • Maior proteção de dados
  • Agilidade

Leia também: Planejamento estratégico no varejo: Saiba como a tecnologia é grande aliada ao processo 

blockchain-e-a-transformacao-digital-no-varejo

Mas, como funciona o blockchain no varejo?

Como sabemos, o perfil do consumidor vem sendo modificado nos últimos anos. 

A exigência pela qualidade do produto aliada à agilidade da sua entrega no conforto do lar, tornaram-se fatores decisivos na jornada de compra. 

Sendo assim, a tecnologia passou a ser totalmente incorporada nas empresas varejistas para a obtenção da vantagem competitiva.

A comunicação passou a ser direta, mais transparente e em tempo real, tanto com os consumidores finais, quanto com os fornecedores.

De acordo com um relatório publicado pela Deloitte, uma das maiores empresas de consultoria do mundo, o blockchain se tornará um ativo crítico para as indústrias varejistas.

A previsão é de que o blockchain se torne uma tecnologia operacional padrão para os setores de consumo, manufatureiro e financeiro. 

A empresa de consultoria americana, Gartner, também estima, em seu levantamento, que o valor agregado de negócios que se utilizam da solução será de US$ 176 bilhões em 2025, e de mais de US$ 3,1 trilhões até 2030.

Leia também: Gestão de riscos no varejo: Descubra como a tecnologia otimiza o processo

Comércio internacional

O setor de supply chain no varejo, vem sendo impactado positivamente com a utilização do blockchain. 

A experiência de compra aliada aos programas de fidelidade inteligentes e a possibilidade de pagamentos sem intermédio de terceiros, aumentam a expectativa de mais desenvolvimento da transformação digital nas operações do varejo.

Leia também: E-commerce na indústria varejista: Como a tecnologia vem fortalecendo o setor

blockachain-e-moeda-digital-no-varejo

Moeda digital no varejo

A utilização de moedas digitais no varejo, pode trazer benefícios como a redução de custos com o uso de numerários e facilitar os pagamentos internacionais.

O Real Digital já é uma realidade que vem sendo discutida e será emitido pelo Banco Central. É importante ressaltar que o real digital não é a mesma coisa que a criptomoeda. 

Uma das principais características das criptomoedas é o controle não centralizado da sua emissão, ou seja, não há uma autoridade única que acompanhe suas transações.

Leia também: Omnichannel: Quais são os desafios na cadeia de suprimentos e como superá-los?

Segundo as diretrizes do Banco Central, a moeda digital poderá ser utilizada em pagamentos no varejo, com capacidade para realizar operações online e offline, acelerando ainda mais a transformação digital e inovação no setor.

Conclusão

Neste artigo você compreendeu os impactos da inovação no varejo com a adoção de novas tecnologias como o blockchain e as moedas digitais. Gostou do conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais!

banner-transforme-a-sua-gestão-de-comércio-exterior-para-contato